sábado, 4 de abril de 2015

Livro: Austenlândia - Shannon Hale


download Quanto tempo não vinha com uma resenha de livro né? Esse mês de março foi complicado para leitura, pois foi o mês que começou a faculdade e dei uma empacada na leitura, mas no decorrer dessa resenha vocês vão entender.
RESENHA:


Austenlândia conta a história de Janes Hayes, que tem 33 anos, mora em NY, é design gráfica e tem uma paixão pelos livros de Jane Austin. Na verdade, ela é apaixonada/obsecada pelo Sr. Darcy, um dos personagens de Orgulho e Preconceito da autora. Depois de sofrer várias desilusões amorosas, ela acredita que nenhum homem é perfeito e mantém uma paixão secreta com o personagem do livro e filme de Jane Austin.

Sua tia-avó Carolyn, que é rica e já idosa, acha isso uma tremenda bobagem e planeja algo maior para Jane. Quando ela vem a falecer, deixa em seu testamento uma viagem paga sem reembolso e não pode ter desistência para Austenlândia. O objetivo é que Jane tenha uma experiência de como era vida no início do século XIX e consiga se livrar de uma vez dessa obcessão.

A viagem dura três semanas, e quando Jane chega a Austenlândia ela recebe nomes fictícios, junto com vestimentas e tudo para caracterizar a época vivida nos livros de Jane Austin. Ela também tem que se livrar de toda tecnologia, como celular, e dar lugar aos espartilhos e vestidos que Jane considera desconfortáveis.

Em Austenlândia, tudo é encenado, vários atores são contratados para trabalhar nesse lugar que são frequentados por mulheres que querem uma aventura. Lá, Jane conhece Martin, o jardinheiro do local e por quem ela se apaixona de início, pois ele é simples, não faz parte do elenco regencial. Ao mesmo tempo, se aproxima do Sr. Nobley, um verdeiro cavaleiro da época (leia-se, o verdadeiro Sr. Darcy), o que deixa Jane muito confusa com seus sentimentos.

IMG_20150403_095001702_HDR

Confesso que o fato de cada hora ser mencionado o nome real dos personagens e outra hora os nomes fictícios, que recebem quando chegam em Austenlândia, para reproduzir a vida da época, me confundiu muito. Teve horas que nem sabia mais quem era quem, e empaquei na leitura. Por isso, tive que recorrer ao filme. Sim, existe um filme baseado nesse livro, e foi a partir daí que compreendi melhor e a leitura começou a fluir novamente.

O livro tem momentos de humor, que faz com que você ria de Jane e das situações em que vive. Ela também cita em diversos momentos passagens de outros livros de Jane Austin, mas nada que a impeça de entender o contexto, caso ainda não tenha os lido. Com isso tudo, confesso que me despertou o interesse de conhecer as obras de Jane Austin, que não tive a oportunidade de ler ainda.

Para finalizar, em relação ao final, como já tinha visto o filme, esperei algo melhor, afinal, já que já tinha lido outras resenhas e vi o pessoal falando que o final do livro era bem melhor que o filme. Esperei tanto esse final, que ele acabou nem sendo tão surpreendente assim. Ao mesmo tempo que é diferente do filme, é parecido.. Compreendem?!

Não acho que foi uma leitura em vão, pois apesar de ter empacado na leitura, teve partes em que me envolvi, suspirei com Jane e tudo mais. Mas em geral, foi um livro que não me prendeu tanto assim.

Nenhum comentário:

Postar um comentário