segunda-feira, 7 de novembro de 2016

Mapa mental, um aliado nos estudos

mapa-mental

Os Mapas Mentais foram criados pelo psicólogo inglês Tony Buzan, nos anos 1970. Sua ideia era aprimorar o processo de aprendizagem e memorização utilizando uma abordagem não linear de encadeamento de informações. O método de registro nos remete à maneira como o nosso cérebro armazena informações nos neurônios, como uma rede de pesca, ou vários galhos de uma árvore, que saem do núcleo para as extremidades.

Para fazer um mapa mental é bem simples, basta pegar uma folha em branco e canetas coloridas. Ao estudar determinado conteúdo, comece traçando o tema principal daquele conteúdo bem grande e no centro da folha, a partir dele, vamos traçando com setas demais ramos ou tópicos principais daquele conteúdo.

Ao fazer o mapa mental estamos trabalhando com os dois lados de nosso cérebro, o lado racional e criativo, o que faz toda diferença nos estudos. As cores aliviam a fatiga em nossa visão fazendo com que ao pegar esse material posteriormente, além de termos todo o resumo ali, nosso cérebro ativa melhor a memorização através dos fluxogramas, símbolos e esquemas de cores utilizados.

[caption id="attachment_3526" align="aligncenter" width="663"]mapamental1 Fonte: Descomplica[/caption]

[caption id="attachment_3527" align="aligncenter" width="663"]mapamental2 Fonte: Descomplica[/caption]

[caption id="attachment_3528" align="aligncenter" width="663"]mapamental3 Fonte: Descomplica[/caption]

[caption id="attachment_3529" align="aligncenter" width="663"]mapamental4 Fonte: Descomplica[/caption]

E agora vocês tem mais uma dica de estudos para colocar em prática. Quem já faz o uso dos mapas mentais na rotina de estudos? Para quem for fazer pela primeira vez, não deixe de me contar como foi a experiência!

Fonte: https://goo.gl/ojaZeo

Um comentário:

  1. Olá Renata Cunha,
    bom, a maior parte das minhas anotações são em forma de mapas mentais. Eles são ótimos para muitas coisas: organizar as tarefas de trabalho e estudo, resumir livros e post dos blogs que acompanho, aprender e revisar os vários sentidos de uma palavra que não conhecia (inclusive de outros idiomas como inglês e alemão), listar as caracterizar dos personagens da literatura e de filmes (isso me permite ter uma galeria de tipos de personagens), estruturar os meus textos e as vezes escrever capítulos e partes completas dos meus trabalhos acadêmicos usando o Mindjet MindManager, um programinha muito bom que exporta os mapas em docx.
    O legal dos mapas é que eles têm a dupla função de auxiliar os estudos na fase de aquisição-assimilação pois torna o estudo mais ativo e na fase de retenção porque são ótimos para revisar o que foi aprendido.

    ResponderExcluir